Comentários 11278 Visualizações
Olá, pessoal. Tudo bem?

Demorei a iniciar meu blog-se por pura falta de tempo. Não que agora tenha tempo sobrando (são 3 da madrugada!).

O impulso final para criar meu blog aconteceu quando estava pensando no assunto e daí veio E.V.Q.V.!!! Esta é a sigla que uso sempre para fechar e-mails, apresentações e reuniões, quando quero passar a mensagem final de que devemos ir em frente, com tudo, para conseguirmos completar rapidamente aquilo que acabamos de combinar.

E.V.Q.V quer dizer: E.Vamos.Que.Vamos!

Bom, dei um E.V.Q.V. para mim mesmo e pensei: Rodrigo, são 3 da madrugada, e daí? Se eu não começar, não vai sair nunca. E comecei o blog (viu como funciona?).

Nada mais justo, então, do que batizar esse blog com essa expressão. Por isso, esse é o espaço "E Vamos Que Vamos!".

Aqui, vou escrever sobre as coisas que mais gosto. Vou falar de empreendedorismo, comunicação, marketing, dicas de tecnologia, viagens (principalmente as de moto). Sempre que possível, usarei uma pegada "como fazer", com dicas práticas para que todos possam sair usando instantaneamente.

Espero que gostem do evqv.blog.br e divulguem para seus amigos.  O primeiro post será semana que vem. Contarei como foi começar a vida vendendo merda.

Enquanto isso, divulguem para os colegas e deixem seus comentários abaixo com sugestões e perguntas.

E importante: não sou jornalista, tenho pouco tempo e não vou conseguir fazer uma revisão rigorosa de texto, ok? Meu objetivo aqui é informal, um bate-papo, um espaço onde vou passar para vocês assuntos de interesse de quem gosta de comunicação, relacionamento, negócios, empreendedorismo, música, bastidores, imagens, pessoas, erros e acertos.

Aproveite para curtir a página do blog no Facebook!
Nos vemos nas estradas.

 

VEJA TAMBÉM:

Viagem

Na fronteira do Chile, Aconcágua, Caracoles e muito mais

Na fronteira do Chile, Aconcágua, Caracoles e muito mais

Nesse episódio cruzamos a fronteira do Chile, conhecemos o Aconcágua e a Puente Del Inca.

Viagem

A Difunta que virou santa

A Difunta que virou santa

Conhecemos a surpreendente história de Difunta Correa, que mesmo depois de morta, continuam amamentando seu filho

COMENTE: