Comentários 23442 Visualizações

Uma década atrás nasceu a rede social Orkut que viria a ser responsável por uma transformação na forma como as pessoas se comunicam. Porém o Google acaba de anunciar seu fim. A notícia chega por um email disparado pelo Google aos seus usuários (veja imagem ao lado).

Eu mesmo tinha um perfil lá que não entrava faz tempo. Para falar a verdade, entrava lá para visitar a lápide virtual de minha mãe, usuária "tarada" da rede social, que tinha lá seus três perfis, sendo um verdadeiro e outros dois falsos criados apenas para infernizar a vida alheia (a velhinha era da pá virada). 

Enfim, não há como negar as contribuições dessa rede social para a formação das novas, a começar pelo próprio Facebook. 

O Orkut foi lançado pelo engenheiro Turco da Google, Orkut Büyükkökten, em Janeiro de 2004. Esse engenheiro desenvolveu o Orkut usando uma política da empresa onde todo funcionário pode usar até 25% de seu tempo para projetos pessoais. 

Nós do Comunique-se tivemos o prazer de conhecer esse engenheiro visionário, quando em 2008 ele veio ao Brasil e nós produzimos uma coletiva de imprensa por internet para ele.

Orkut Büyükkökten lançou a rede social em uma época em que ninguém tinha muita certeza de que como seriam essas coisas. Sem dúvida, foi algo visionário. Tecnicamente falando, as diferenças entre o Orkut e o Facebook, lançado muitos anos depois, são mínimas. Ambos tem perfil. Ambos tem o equivalente ao "mural" (agora chamado Timeline). Ambos tem amigos.

O Orkut já vinha "agonizando" há anos. Em 2013 a rede perdeu 95% de seus acessos no Brasil. Ele ficará ativo por mais alguns meses e seu "enterro" está marcado para o dia 30 de Setembro de 2014.

Confesso que sinto uma ponta de tristeza, mesmo sem não utilizá-lo mais. Acho que eu sou um sujeito estranho, quase me verteu uma lágrima... Calma Rodrigo, não é gente que está morrendo, é só uma rede social...

E você acha que o Facebook terá o mesmo fim?

 

 

COMENTE: