Comentários 12309 Visualizações

Muito bem, muito bom. A essa altura, você já leu a primeira parte dessa série e já tem os aplicativos necessários instalados em seu iPhone. Se não leu a primeira parte, leia aqui.

Nessa segunda parte, vou entregar 5 Técnicas Fundamentais para filmagem eficiente e o 2° Episódio do Vou é de HD, com vinheta de abertura, filmagem, edição, títulos, música e locução, tudo feito diretamente no iPhone.

Vamos começar pelas cinco técnicas. Queria dizer que todas elas, sem exceção, desenvolvi por minha própria conta. Ou seja: não busquei nada em lugar nenhum. De tanto fazer vídeos no iPhone, fui aprendendo e sempre buscando formas de tornar o processo mais fácil e rápido. E, com isso, cheguei nessas cinco técnicas práticas.

Técnica 1: Faça exatamente o contrário das produtoras - filme menos!

image_src

Produtoras profissionais, quando são contratadas para filmar, digamos, um casamento ou um aniversário, filmam de maneira exagerada. Elas filmam muitos mais minutos do que utilizam. Tipo, elas filmam 10 minutos para aproveitar apenas um.

Eles fazem assim para que tenham muitas opções de imagens e possam escolher as melhores. Mas esses caras são profissionais, vivem disso e recebem um monte de dinheiro para passarem horas (ou dias) em frente a uma mesa de edição recortando e juntando partes de vídeo.

E você, tem esse tempo todo? Acho que não. Nem eu.

Então a primeira técnica é fazer o contrário das produtoras: seja econômico e filme menos.

Enquanto uma produtora filma 10 minutos para aproveitar um. Você deve filmar, tipo, um máximo de 2 minutos para aproveitar a metade disso. Você precisa ir se tornando cada vez mais eficiente.

Se você filmar somente o que interessa, vai ter muito menos vídeo para editar depois. Isso vai representar uma absurda economia de tempo.  No episódio dois do “Vou é de HD”, fui filmando só o que interessava e o vídeo ficou pronto no mesmo dia, meia hora depois do último take.

Técnica 2: Um vídeo precisa “fazer sentido”, logo pense em um começo, meio e fim

Um vídeo, para ficar legal, precisa ter começo, meio e fim. Isso é necessário para que  ele “faça sentido” na cabeça de quem assiste. Então, quando estiver filmando, lembre disso e já vá pensando no que você usará para começar, depois algo para preencher (meio) e algo para fechar.

Em uma viagem, o começo pode ser todo mundo arrumando as malas, se preparando até a saída do carro, com alguma explicação de para onde estão indo. O meio são takes diversos da viagem. E o fim pode ser todos no hotel levantando a taça para um brinde.


 

Técnica 3: filme tudo diretamente no iMovie

Em vez de filmar usando o aplicativo de câmera do iPhone, você deve ir filmando diretamente dentro do iMovie. Assim, todos os takes que fizer, irão cair em uma linha de tempo e daí o trabalho de edição será mínimo. Farei um post específico sobre como melhor usar o iMovie. Mas, por enquanto, você pode brincar um pouco: entre no iMovie e saia fazendo vários takes e fique “fuçando” o aplicativo sem medo. Faça takes curtos, de 3 a 10 segundos cada... Apenas para você ir se familiarizando com o app.

Técnica 4: Pense um pouco antes de cada take

Quando for filmar, controle a ansiedade e não fique rodando com a câmera para todos os lados. Decida o que vai filmar, pense como irá filmar e, então, filme. Usando o exemplo de festa de aniversário:

Decidiu filmar o bolo
Pense antecipadamente onde vai começar e onde vai terminar o take
Filme isso, sem ficar indo e voltando..

Tipo: comece perto pegando a vela, vá andando para traz até pegar toda a mesa e, pronto, acabou. Não volte para a vela e nem fique filmando para todos os lados como um radar. Esse vai e vem de câmera vai dar o maior trabalho para editar depois.

Técnica 5: Essa é óbvia : filme bastante

Essa é a dica mais óbvia e a mais importante, sem a qual nenhuma das outras vai servir para nada: pratique. Aprendi fazendo. E quanto mais eu fazia, mais fácil ia ficando. Mais sentido ia fazendo. Melhor eu ficava. E com o tempo, você vai desenvolver seus próprios macetes. Faça um vídeo de 60 segundos com vários takes de seus filhos, sobrinhos, etc. Filme uma saída para o restaurante com a mulher/marido/namorado/namorada. Filme uma balada. Filme uma viagem.

Agora, como prometido, o segundo episódio do Vou é de HD, para você ver como um filme feito de forma amadora pode ficar bem “legalzinho”. Tudo usando apenas um celular!

E no próximo post: vamos explorar em mais detalhes o iMovie para que se consiga usar todos os seus recursos.

Confira o vídeo:

 

 

VEJA TAMBÉM:

Viagem

Na fronteira do Chile, Aconcágua, Caracoles e muito mais

Na fronteira do Chile, Aconcágua, Caracoles e muito mais

Nesse episódio cruzamos a fronteira do Chile, conhecemos o Aconcágua e a Puente Del Inca.

Viagem

A Difunta que virou santa

A Difunta que virou santa

Conhecemos a surpreendente história de Difunta Correa, que mesmo depois de morta, continuam amamentando seu filho

Viagem

Misteriosas oferendas nas estradas da Argentina

Misteriosas oferendas nas estradas da Argentina

Muitas garrafas d'agua, sendo dadas como oferendas em diversas estradas da Argentina. Qual o significado disso?

COMENTE: